Como Ingressar na Universidade Pública

Cursar Medicina, sonho de milhares de jovens, novamente será para os poucos que conseguiram notas altas no Enem de 2011 ou 2010, e que puderam agora participar do Sistema de Seleção Unificada, o SISU 2019.

A nota de corte mais baixa para Medicina no Enem foi registrada pela Universidade Federal do Ceará no campus de Sobral, no interior do Estado, com 767 pontos. É ainda uma nota alta, mas vai caindo com a 2ª e a 3ª chamadas, e depois cai mais anda na lista de espera do Sisu 2019.

O processo de inscrições terminou à meia-noite de sexta-feira (22/junho). Somente puderam concorrer às 30.548 vagas gratuitas oferecidas por 56 instituições federais de ensino superior quem já tinha feito o Enem em 2010 ou 2011. No total se inscreveram 642.878 candidatos, o que dá uma média geral de 18 candidatos por vaga.

Mas é claro que na prática não é bem assim. Em Medicina a disputa é sempre acima de 50 candidatos por vaga, chegando a passar de cem em muitas instituições.

Nota de corte para Medicina no Enem – Seleção do Sisu, em  2019 em 22 de junho/2019

1 – UFRJ – Univ. Federal do Rio de Janeiro -> 809,83

2 – Universidade Federal de Ouro Preto -> 804,00

3 – UFRJ – Campus de Macaé – RJ -> 790,07

4 – Universidade Federal de Tocantins -> 778,91

5 – Universidade Federal de São João Del Rey -> 777,73

6 – Universidade Federal do Ceará (campus Fortaleza) -> 776,00

7 – Universidade Federal do Maranhão -> 768,70

8 – Universidade Federal do Vale do São Francisco -> 768,33

9 – Universidade Federal do Ceará (campus Sobral) -> 767,00

Sua nota ainda não deu para entrar? Calma, na 2ª chamada cai bastante!

Não entre em pânico antes da hora. Muita gente ainda não entende como funciona o Sisu 2019. Cada candidato pode concorrer em dois cursos simultaneamente. Assim as notas são colocadas para disputar vaga em dois lugares. Mas na hora de fazer a opção de matrícula, só vale em um curso e em uma única universidade ou instituto federal. Isto significa que as notas de corte para Medicina no Enem vão caindo a cada nova chamada de matrícula. Já na primeira rodada a queda é grande.

A dica é você fazer uma escolha que realmente deseje. Veja uma cidade onde você consiga pagar os custos de moradia, alimentação e outros. Deixe o nome lá na lista. Não tire. Acompanhe as chamadas que vão acontecer, e entre na lista de espera. Muita gente já entrou em Medicina no Enem, por exemplo, com nota na faixa dos 720 pontos.

Você pode acompanhar o Cronograma Sisu 2019 para entender melhor como funcionará o processo.

Melhore a sua nota no Enem 2019

E você, qual curso tentou agora? Como está a sua nota comparada com a nota de corte? Você já está dentro, ou vai esperar pela 2ª chamada e pelas outras? Avise aqui no blog, e iremos divulgando como estão as notas de corte nos outros cursos também.

Vai tentar o Enem no final do ano para melhorar a sua nota? A dica do Blog do Enem é você fazer um curso preparatório. Tem cursos gratuitos pelo país todo, e também tem os cursos a distância. Veja AQUI no post os cursos para você escolher.

Resultados do MEC para o Sisu 2019 / 2

O balanço oficial do MEC com as inscrições do Sisu 2019 / 2 mostrou na liderança com maior número de inscritos os Estados do Rio de Janeiro (166.162), Ceará (156.343), Maranhão (105.782) e Bahia (92.120). Entre as instituições, tiveram maior procura, além da UFRJ, a Universidade Federal do Ceará (108.574 inscrições), a Universidade Federal do Maranhão (103.829 inscrições), a Universidade Federal do Paraná (80.483 inscrições) e a Universidade Federal de Ouro Preto (60.136 inscrições).

Inscrições para Bolsas de Estudos estão abertas em todo o Brasil

O programa Educa Mais Brasil existe há 11 anos, e já contemplou cerca de 300 mil estudantes. O programa criado pelo governo dá bolsas de estudo aos alunos selecionados que se inscrevem no programa. E desta forma tem apoio de uma parte do valor da mensalidade do seu curso pago pelo programa Educa Mais Brasil.

O programa abrange cursos de ensino a distância (EAD) e curso presenciais. Em todo país já existem aproximadamente 4.700 instituições que são parceiras do programa, por isso as chances de conseguir uma bolsa de estudos não são poucas.

Educação no Brasil
Educação no Brasil

Expectativas do Educa Mais Brasil para 2019

Para o ano de 2019, a expectativa é que o programa Educa Mais Brasil se amplie, e torne-se parceiro de mais instituições. Desde instituições de ensino básico, até faculdades que ofereçam graduação e pós-graduação, podem ser parceiras do programa, e oferecer descontos de até 70% do valor de um curso.

Se em outros anos o programa já disponibilizava 120 mil bolsas de estudos, para alunos de todos os níveis, em 2019 espera-se que esse número seja ainda maior!

Sobre as inscrições no Educa Mais Brasil 2019

As inscrições no programa são feitas exclusivamente pelo site: www.educamaisbrasil.com.br. Para participar você deve preencher uma ficha que está disponibilizada no site, e esperar que a comissão avaliadora do programa analise a sua situação.

Os candidatos aprovados no Educa Mais Brasil receberão informações sobre como formalizar o pedido, e começar a usufruir do benefício. O programa oferece muitas oportunidades, inclusive o Educa Mais Brasil Infantil, no qual você pode inscrever o seu filho para que ele realize o ensino básico e você não precisa arcar com o valor total da mensalidade.

Critérios de seleção para a bolsa de estudos

Para conseguir uma bolsa de estudo, o candidato precisa ter documentos que comprovem que ele não poderá arcar com 100% da mensalidade do curso.

Além disso, é exigido que o candidato não esteja cursando um ensino superior por 6 meses, contados até a solicitação do pedido de bolsa.

O candidato interessado a bolsa também deve ter prestado o Exame Nacional do Ensino Médio, pois os critérios de seleção envolvem o desempenho do aluno no ENEM e os dados socioeconômicos do candidato.

É obrigatório que o interessado faça o vestibular na faculdade de interesse, visto que a bolsa só será concedida para alunos aprovados pela IES.

Caso o candidato não consiga a bolsa no mesmo período que fez a inscrição na instituição de ensino, mas conseguir em outro período, não será necessário a realização de outra inscrição, mas o candidato poderá utilizar o portal do aluno para fazer alterações em seu cadastro.

Documentos necessários para a inscrição

Além da realização do vestibular ou do exame avaliativo na Instituição escolhida, o candidato deve estar munido de documentos que comprovem que ele não pode pagar o curso desejado.

Para realizar as inscrições Educa Mais Brasil 2019 também é preciso estar com os documentos pessoais em mãos: RG, CPF, Certidão de nascimento e outros documentos que serão informados na solicitação do programa de Bolsas.

Qualquer documento exigido deve ser previamente digitalizado, pois as entregas serão exclusivamente online.

Só poderá participar do programa alunos que se interessaram por instituições que já sejam parceiras do programa Educa Mais Brasil, para saber se a instituição que você pretende cursar está no programa, acesse o site e procure-a na aba: cidade, cursos e instituição.

ATENÇÃO: preencha com cuidado os seus dados pessoais, e não preste informações inverídicas no seu cadastro. Caso o programa Educa Mais Brasil, ou a instituição de ensino, venha a constatar alguma informação inválida poderão rescindir o contrato. Por isso é necessário comprovar a veracidade das informações cadastradas no site.

Outras informações sobre o programa

O programa Educa Mais Brasil também oferece bolsas de estudo para:

  • Interessados em cursar um ensino técnico;
  • Ensino de jovens e adultos (EJA)
  • Bolsas de ensino básico
  • Graduação
  • MBA e Pós-graduação
  • Cursos livres

O curso Educa Mais Brasil é um programa de inclusão social e por isso oportuniza a realização de um sonho: o ingresso em uma instituição de ensino de qualidade.

Programas do Governo passarão por revisão

O Governo Federal, em uma busca por cortar gastos desnecessários para combate a crise deve anunciar revisão de alguns benefícios mais importantes distribuídos para a população, para conter os gastos com a corrupção. Devem ser alvo de revisões os maiores programas assistenciais do Governo: a previdência Social e os benefícios do Ministério do Desenvolvimento social. Trata-se da revisão para pegar possíveis benefícios que estejam sendo distribuídos irregularmente para evitar o rombo dos cofres públicos se amplie com gastos de pensões fraudulentas.

Revisão do Benefício do INSS

Através da Lei nº 10.999, de 15 de dezembro de 2004, o Governo Federal propôs um acordo para revisão dos benefícios previdenciários concedidos posteriormente à data de fevereiro de 1994. Esta revisão tem por intuito recalcular o salário de benefício original sobre os vencimentos de contribuição dos cidadãos que antecedem o período de março de 1994, mediante aplicação do percentual de 39,67%, que diz respeito ao Índice de Reajuste do Salário Mínimo (IRSM) do mês de fevereiro de 1994.

Para entender melhor o caso, é preciso saber informações sobre a revisão. Antes da Emenda Constitucional 20, de 1998, e da Lei 9.876, de 1999, o valor dos benefícios eram calculados com base na média dos últimos 36 salários-de-contribuição do segurado, corrigidos monetariamente. O Ministério da Previdência lançou nessa época, a Consulta Benefícios INSS, justamente para sanar as maiores dúvidas que havia no setor naquele momento.

Com isso, os benefícios concedidos no período que compreende fevereiro de 1994 a março de 1997, o INSS utilizou a variação do IRSM para atualização dos salários de contribuição somente até janeiro de 1994 e converteu os valores então atualizados, para a Unidade de Referência de Valor (URV), estabelecida em 28 de fevereiro daquele ano.

Para os segurados falecidos, em que os benefícios já foram extintos, os termos deverão ser firmados por todos os seus dependentes ou sucessivos previstos na lei civil, e aconselhados em alvará judicial, independentemente de inventário ou arrolamento. Se houver mais de um dependente, o recebimento dos atrasados estará de acordo com a idade do dependente mais idoso.

Para realizar uma consulta on-line sobre o seu benefício basta acessar a página oficial da Previdência Social e obter mais informações.

Governo não descarta revisão do Bolsa Família

Outro benefício que pode cair na mira do Governo é o Bolsa Família. O benefício é distribuído indiscriminadamente entre as populações carentes, havendo muito pouca fiscalização sobre os benefícios, o que o torna um alvo fácil de fraudes. Por isso, o Governo Brasileiro estuda intensificar o combate as irregularidades que algumas famílias têm promovido para poder cortar gastos com benefícios fraudulentos.

É claro que muitas famílias que simplesmente não atualizaram seu cadastro recentemente podem ter o benefício cortado, ou mesmo ter o bolsa família bloqueado, e para conseguir novamente ter acesso as parcelas do benefício, será necessária uma apelação do bloqueio através da atualização do cadastro no programa social. Famílias que não atualizaram seus dados no último ano podem ter seu benefício cortado, por isso é muito importante que os beneficiários procurem a secretaria de assistência social do seu município para renovar os dados do programa.

https://web.archive.org/web/20130810120903/http://www.beneficioinss.com.br/

Legalize hoje mesmo a situação de seu veículo

Os contribuintes do Estado de Minas Gerais, na região sudeste do país, poderão acompanhar abaixo informações muito importantes a respeito do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores.

Nos próximos meses, mais precisamente entre os meses de outubro e dezembro, o Governo do Estado de Minas Gerais definirá e divulgará, através de sua Secretaria de Estado da Fazenda e do Departamento Estadual de Trânsito – Detran, todas as regras e informações do imposto automotivo.

Legalizar situação de veículo
Legalizar situação de veículo

Entre estas informações as principais e mais aguardadas pelos contribuintes mineiros são as referentes às tabelas de vencimentos e de valores, como efetuar consultas, emitir 2 via e realizar o pagamento com descontos.

O esperado para o imposto do próximo ano é que não seja realizada nenhuma alteração em relação aos últimos exercícios. Pelo menos até o presente momento os órgãos responsáveis pela cobrança do tributo não divulgaram ou sequer sinalizaram qualquer modificação na forma como o IPVA é cobrado em Minas.

Dessa forma os contribuintes mineiros podem se preparar se baseando no IPVA do ano passado.

Para a base de cálculo em Minas Gerais, são adotadas as seguintes alíquotas:

  • 4% para automóveis, veículos de uso misto e utilitários;
  • 3% para caminhonetes de carga (picapes) e furgões;
  • 2% para automóveis, veículos de uso misto e utilitários com autorização para transporte público, além de motocicletas e similares;
  • 1% para veículos de locadoras (pessoa jurídica) e ônibus, microônibus, caminhões, caminhões-tratores.

Pagamento e Descontos

O pagamento do IPVA MG começará provavelmente em janeiro, que é o mês da 1ª Parcela ou do pagamento em Cota Única com 3% de desconto.

Em fevereiro os proprietários de veículos de Minas devem se atentar para o pagamento da 2ª Parcela. O pagamento da 3ª e última parcela será em março.

Os dias exatos de vencimentos variam de acordo com o número final da placa do veículo. Dessa forma, é preciso ter muita atenção com o vencimento da sua placa em cada mês.

Além do IPVA os contribuintes devem quitar a Taxa de Licenciamento e o Seguro Obrigatório – DPVAT.

O pagamento, tanto da Cota Única com desconto de 3%, das parcelas, do Licenciamento e do Seguro DPVAT, poderá ser efetuado nos bancos Bradesco, Banco do Brasil, Mercantil do Brasil, Itaú, Caixa Econômica Federal e Casas Lotéricas, HSBC e Santander.

Para realizar a consulta do IPVA MG o contribuinte deverá acessar o oficial da Secretaria Estadual da Fazenda. A consulta também poderá ser feita pelo telefone, através do 155 do LIGMINAS para todo o Estado de Minas Gerais.

5 cursos online para fazer nas férias

Hoje, mais do que nunca, dispomos da tecnologia ao nosso favor. E por que não aproveitá-la para nosso crescimento e conhecimento?

Enquanto para muitos as férias do meio do ano são dias de descanso e ociosidade, muitos aproveitam esse tempo livre para fazer cursos online de curta duração. É uma boa opção para quem tem pouco tempo disponível e não quer se deslocar até uma escola. Além disso, o que não faltam são opções de cursos nas mais diversas áreas, e que podem melhorar seu curriculum e trazer novas habilidades para seu cotidiano.

5 Cursos para você fazer nas férias
5 Cursos para você fazer nas férias

Fotografia

Nunca se fotografou e se divulgaram tantas imagens como nos dias de hoje. E o que é um mero hobby pode ser tornar uma profissão. E de nada adianta ter os melhores equipamentos fotográficos sem conhecer algumas técnicas básica para fotografar. Seja para o fotojornalismo ou para a cobertura de eventos, é de extrema importância dominar as técnicas analógicas e digitais de fotografia, e também desenvolver habilidades de tratamento de imagens.

Social Midia

Todas as atividades sociais e profissionais já foram absorvidas pela internet. E é claro que a concorrência acirrada entre as empresas foi parar na web. Um curso de Mídias Sociais vai capacitá-lo para abordagens estratégicas, planejamento e monitoramento das redes sociais coorporativas e é uma área profissional em plena expansão, já que o marketing digital tornou-se indispensável para as empresas.

Turismo e Hotelaria

O Brasil é – e sempre será – atrativo para o turismo. Temos os destinos mais variados para os brasileiros que querem conhecer as diferentes regiões do país, para estrangeiros que vêm em busca dos nossos famosos cartões postais e, com o crescimento econômico de nosso país também nos colocou na rota do turismo de negócios. A capacitação na área de hotelaria e turismo oferece grandes chances de sucesso profissional.

Línguas

Falar um segundo idioma, em breve, não será mais um diferencial, mas sim fará parte da rotina de trabalho de inúmeras áreas profissionais. O inglês, por exemplo, já é pré-requisitos até em vagas de estágio. Mas muita gente vai além e procura idiomas mais específicos para enriquecer o curriculum, como o mandarim, alemão, francês, japonês, etc. A maioria deles é oferecido online e também existem sites que agrupam estudantes de língua do mundo todo para praticar um novo idioma. É possível até ajudar alguém que está aprendendo o nosso português.

Web Design

Quase todo mundo quer ou precisa de uma página na internet, mas não são todos que têm o conhecimento necessário para criá-las. O web designer é o profissional responsável por todo o aspecto visual dessas páginas e também pelo seu desenvolvimento. Aprender a lidar com códigos, imagens e as ferramentas que permitem a criação de um site podem render um bom dinheiro.